O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), solicitou que, em até 48 horas, a Vara de Execuções Penais de Salvador, responsável pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima, que está preso no Complexo Penitenciário da Mata Escura, se manifeste sobre o estado de saúde dele.
Em despacho proferido na tarde desta segunda-feira (13), o magistrado ressaltou que o comunicado enviado pela Justiça baiana deve ser em caráter em urgência. Isso acontece em razão dos diferentes resultados dos testes para Covid-19 realizados pelo emedebista.
No primeiro, divulgado em 8 de julho, o ex-ministro havia testado positivo para a doença, mas, ao receber o diagnóstico da contraprova, no dia 11 do mesmo mês, realizada na modalidade swab nasal, soube que, de fato, não tinha contraído o novo coronavírus.
O despacho de Fachin acontece no pedido de prisão domiciliar feito pelos advogados do ex-ministro um dia após o recebimento do primeiro resultado de exame da Covid-19.
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário