O presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu a primeira entrevista na cadeia, na manhã desta sexta-feira (26), desde que foi preso, em abril de 2018. Com autorização da Justiça, os jornalistas Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo e Florestan Fernandes, do El País conversaram com o petista por cerca de duas horas.

“Foi uma entrevista muito boa, o presidente está super bem, ficou feliz em dar a entrevista, fiquei surpreso com o ânimo dele, a disposição”, disse Florestan ao sair do prédio da Superintendência Regional da Polícia Federal no Paraná, em Curitiba.

De acordo com o relato dos jornalistas, Lula conversou sobre diversos assuntos. “Em duas horas deu para falar de todos os temas, de como ele está na prisão, de política nacional, de governo Bolsonaro, de política internacional, ele passeou por todos os temas”, afirmou Mônica.

Do lado de fora, poucos pessoas acompanharam a expectativa gerada pelo dia da entrevista. Alguns militantes petistas do acampamento Lula e colegas de imprensa ficaram postados do lado de fora, aguardando por uma palavra dos jornalistas. Até mesmo um apoiador do presidente Jair Bolsonaro apareceu, mas nenhuma confusão foi registrada.

Duras críticas

Durante as duas horas de entrevista Lula reafirmou sua inocência e fez duras críticas, à Operação Lava Jato e ao atual governo, segundo declaração dada ao jornal El País.

“Sei muito bem qual lugar que a história me reserva. E sei também quem estará na lixeira.” disse Lula criticando o ex-juiz Sergio Moro, responsável pela sua condenação, a Operação Lava Jato, e o procurador Deltan Dallagnol, segundo informações do El País. “Reafirmo minha inocência, comprovada em diversas ações”, disse o ex-presidente ao mesmo veículo.

Ainda durante a entrevista, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo, Lula falou sobre a morte de seu neto de sete anos, sobre os dias na prisão e sobre a possibilidade de não sair mais da prisão. “Não tem problema”, disse Lula, que completou. “Eu tenho certeza de que durmo todo dia com a minha consciência tranquila”.

Veja o vídeo disponibilizado pelo jornal El País Brasil no Facebook:

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário