Líder do DEM na Câmara dos Deputados, Elmar Nascimento criticou em entrevista à rádio Metrópole a forma com que o decreto que flexibiliza o porte de armas foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“Nós temos o Estatuto do Desarmamento, que foi uma lei votada no Congresso Nacional. Não pode revogar uma lei via decreto. Isso é um viés fascista. A ministra Rosa Weber já recebeu uma ação de inconstitucionalidade e já pediu informações”, disse.

Segundo Elmar, o próprio presidente já percebeu que passou por cima do Congresso ao editar o decreto.

“O presidente Bolsonaro acabou de dar uma declaração de que, se o decreto for inconstitucional, tem que cair. Já percebeu que extrapolou”, falou.

 

 

Bahia.ba

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Ex-vereador e Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Jacobina, Carlos de Deus é formado em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná. Diretor-presidente do jornal Tribuna Regional e do site TrAgora.

Deixe Um Comentário