Segundo o diretor-presidente da Companhia Baiana de Pesquisas Minerais (CBPM), Antônio Carlos Tramm, a Bahia tem um grande potencial no que diz respeito a jazidas de minério e a sociedade precisa cobrar uma política nacional de preservação e exploração do subsolo.

Com 40 anos de operação, a CBPM já realizou inúmeros estudos e fez o mapeamento das principais jazidas de minérios do Estado, entre as quais está a de magnésia calcinada em Brumado. Também no município, Tramm declarou que foram descobertas jazidas de ouro, as quais podem gerar empregos e muitos recursos.

“Em setembro vamos publicar os editais para as jazidas de ouro com 500 páginas, apresentando fatos e evidenciais potenciais para os investidores interessados”, disse Tramm ao Tribuna da Bahia. Toda essa riqueza mineral coloca a Bahia como um dos estados mais ricos e promissores do Brasil. Dos 417 municípios baianos, 134 possuem um solo propício de onde são extraídos 43 minerais diferentes. Informações de Achei Sudoeste

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário