O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, afirmou nesta segunda-feira (27) que a taxa média de crescimento dos casos do novo coronavírus no estado, hoje de 8,6% ao dia, precisa ser abaixo de 6% “urgentemente”.
Segundo projeção atual, o pico da pandemia deverá ocorrer entre junho e julho, caso a curva de contágio se mantenha-se relativamente estável.
“Nosso platô de crescimento só será atingido entre meados de junho e julho. Não é possível manter taxas diárias superiores a 8%. Precisamos inspirar e mobilizar o público para aderir às medidas. Nesse esforço, todos têm um papel a desempenhar e praticamente todos estão dispostos”, escreveu o secretário em sua conta no Twitter.
De acordo com boletim epidemiológico de domingo (26), a Bahia registrou até o momento 76 mortes em razão da Covid-19 entre 2.248 casos confirmados.
Do total de óbitos, 39 foram registrados em hospitais da capital.
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário