O presidente Jair Bolsonaro disse no domingo (31.mar.2019) ter barrado a instalação de mais de 8 mil novos radares eletrônicos em rodovias do país.

Os radares são um dos motivos de insatisfação dos caminhoneiros, que criticam a chamada “indústria da multa”. Segundo os trabalhadores, o lucro no trabalho também é prejudicado pelo alto preço dos combustíveis e pela falta de fiscalização, tabela de frete.

A categoria cogitava entrar em greve em 30 de março.

Em maio de 2018, os caminhoneiros fizeram uma paralização que resultou em retrocesso na economia do país.

Em sua conta oficial do Twitter, Bolsonaro disse que na renovação dos contratos de rodovias concedidas avaliará a real necessidade para a instalação de radares.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário