Menu

CBF pedirá explicação à Fifa por o árbitro de vídeo não ser utilizado

TRagora 6 anos atrás

Segundo Edu Gaspar, coordenador da seleção brasileira, uma carta será enviada à comissão de arbitragem. Reclamação é sobre a suposta falta em Miranda no gol de empate da Suíça

 

CBF enviará uma carta à Comissão de Arbitragem da Fifa para “manifestar estranheza” pela não utilização do árbitro de vídeo na partida contra a Suíça, em Rostov. A seleção brasileira se queixa principalmente de uma falta no lance do gol do empate por 1 a 1 no último domingo.

Mesmo com polêmicas até aqui na 1ª rodada, é a primeira reclamação que a entidade recebe sobre o árbitro de vídeo no Mundial. O protesto é quanto a um empurrão do meia Zuber em Miranda, antes de cabecear a bola à rede. Para os jogadores e para o técnico Tite, houve falta clara no zagueiro brasileiro após cobrança de escanteio.

– O lance do Miranda foi muito claro. E não estou justificando o resultado – disse o treinador da Seleção após o jogo.

Os jogadores brasileiros chegaram a reclamar antes mesmo do reinício do jogo, assim que o telão da arena em Rostov exibiu o replay do lance. O árbitro mexicano César Ramos, porém, não deu ouvido a eles. A Fifa diz que o árbitro acertou, mas condenou o replay no telão.

Outra queixa brasileira foi em uma jogada de ataque em que Gabriel Jesus pediu pênalti. O atacante caiu dentro da área depois de uma disputa com o zagueiro Akanji, mas a arbitragem mandou o jogo seguir.

A CBF quer entender quais são os critérios da Fifa para a utilização do VAR. O recurso, pela primeira vez permitido em uma Copa do Mundo, já foi utilizado em outras partidas.

A Seleção voltou a treinar nesta segunda-feira, em Sochi. Na quarta, a delegação já embarca para São Petesburgo, palco da partida contra a Costa Rica, na próxima sexta, pela segunda rodada do Grupo E.
Fonte: G1
- Anúncio -
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

- Anúncio -