Antes que o relógio marcasse 9 horas da manhã da última sexta-feira, dia 21 de setembro, já tinha muita gente aguardando em frente à Escola Municipal Horácio Barbosa de Miranda, em Lagoa do 33. A ansiedade dos moradores do povoado era para receber os atendimentos disponibilizados pelo Programa Viva Minha Comunidade, promovido pela Prefeitura de Ourolândia.

Ao iniciar a distribuição de senhas e, em seguida, os atendimentos, a população local pôde se consultar com clínico geral, ortopedista, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, dentistas, realizar testes rápidos, entre outras atividades de saúde. “Através desse programa conseguimos garantir para a população o acesso aos serviços médicos, principalmente os de prevenção, alcançando pessoas que nem sabia que tinha pré-disposição a alguma doença”, contou a secretária da saúde do município.

Além da parte médica, um dos serviços mais procurados foi à emissão de primeira via da carteira de identidade. “É bom poder fazer o documento perto de casa. Com quase 40 anos, vou conseguir tirar minha identidade pela primeira vez”, contou sorridente dona Cida, moradora de Lagoa do 33. Na ocasião também era possível regularizar outros tipos de documentação como cartão do SUS, carteira do idoso e passe livre.

“Ficamos felizes em poder nos aproximar da população que mora aqui e garantir a eles a oportunidade de receber cuidado em diversas áreas, afirmou o prefeito ourolandense, que passou boa parte do dia acompanhando os serviços realizados. Na ocasião, os moradores puderam ouvir instruções acerca da campanha contra o suicídio, sobre o controle de endemias e levaram para casa mudas de plantas.

O programa também levou para os moradores da região orientações sobre a regularização de tributos, serviços da assistência social, como Bolsa Família e instruções acerca de plantio e produção agrícola, além de uma palestra promovida pela Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária sobre os cuidados na produção leiteira. “Eu nem consegui senha para todos os serviços que gostaria, mas foi porque é ótimo ter um atendimento desses de perto e todo mundo quis aproveitar”, contou dona Joana, de 51 anos que parabenizou a gestão pela organização do evento.

Fonte: Assessoria de Comunicação.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário