Após assinar a autorização para o início das obras da ponte Salvador-Itaparica, nesta quinta-feira (12), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), comentou sobre a possibilidade de retorno das aulas no estado. O petista disse que será necessário acompanhar as taxas de contaminação de Covid-19 durante 15 dias após a eleição, para depois discutir uma data de retorno das atividades escolares.
“Até o fim de novembro a gente toma uma decisão. Eu vou acompanhar os próximos 15 dias após a eleição. Aí nós teremos um quadro que não vai ter essas aglomerações de eleições”, contou ao bahia.ba.
Rui ainda explicou que a férias coletivas dadas aos professores em novembro é para permitir que as aulas possam acontecer sem interrupções em janeiro, quando eventualmente as atividades já possam ter sido retomadas.
“Eu resolvi já liberar as férias que os professores geralmente tiram em janeiro porque num eventual retorno, as aulas em janeiro já serão normais”, afirmou.
Na manhã desta quinta-feira (12), por volta das 10h, um grupo de pais de estudantes da rede privada de ensino protestaram em frente à prefeitura de Salvador pedindo o retorno das aulas.
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário