Menu

Alimentos livres de gorduras hidrogenadas serão produzidos em Juazeiro

TRagora 6 anos atrás

O parque industrial de processamento de óleos vegetais e produção de margarina e gordura vegetal do Grupo Icofort Agroindustrial foi inaugurado na sexta-feira, no distrito industrial do São Francisco, em Juazeiro. O investimento com o equipamento, que já entrou em operação e produz alimentos livres de gorduras hidrogenadas, foi da ordem de R$ 30 milhões. O prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim, comemorou a iniciativa do grupo, que vai gerar 500 empregos diretos e 1.200 indiretos. “Juazeiro completa, neste domingo (15), 140 anos e hoje a Icofort antecipa a nossa alegria com tão significativo presente, que proporcionará mais empregos e renda para o povo juazeirense”.

Na solenidade de inauguração, o diretor-presidente do grupo, Décio Alves Barreto Júnior, enfatizou o objetivo do investimento, afirmando que a nova planta industrial vem consolidar o compromisso com a qualidade e a eficiência dos produtos Icofort em consonância com a sustentabilidade ambiental. “Nossa missão começa na seleção da melhor matéria prima da natureza e depois transformamos em produtos com 100% de extrema qualidade. Grandes marcas e redes nacionais do mercado food service já descobriram os benefícios e vantagens da produção da Icofort”.

Criada em 2000, a Icofort Agroindustrial atua nas áreas de produção de alimentos com a linha de óleos de cozinha, mercado de transformação (Flor de Algodão, Flor de Palma e Flor de Soja) e gorduras vegetais e margarinas Megachef; divisão de nutrição animal com tortas e farelos de algodão; e comércio internacional com exportações de línter (base e matéria-prima na fabricação de placas de vídeo, viscose, papel moeda, telas de LCD e LED, esmaltes e até em propulsores sólidos de foguetes).

Além da unidade de Juazeiro, a empresa opera no município de Luís Eduardo Magalhães. Juntas, as unidades possuem 282,5 mil m² de área e podem processar até 240 mil toneladas de caroço de algodão, mais de 3 milhões de sacas de ingredientes para nutrição animal, mais de um milhão de caixas de óleo comestível, sete mil toneladas de línter, 30 mil toneladas de óleo bruto de algodão e 60 mil toneladas de óleo refinado a granel, conforme dados oficiais.

 

 

A Tarde

- Anúncio -
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

- Anúncio -