Crime aconteceu em outubro de 2016, no bairro da Boca do Rio

Janderson dos Santos Silveira, acusado de matar Irlanda de Jesus Gomes, na frente da filha, foi condenado a 21 anos de prisão pelo feminicídio. A decisão do Tribunal do Júri aconteceu nesta quinta-feira (19), em Salvador.

O crime aconteceu em outubro de 2016, no bairro da Boca do Rio. Na época, Janderson afirmou à imprensa que não tinha matado a mulher, e que a morte se tratava de um suicídio. Antes do crime, eles tiveram uma discussão e Janderson disparou contra Irlanda. Ele foi preso em flagrante.

A sentença foi proferida pelo juiz Eduardo Augusto Santana, que determinou o cumprimento da pena em regime inicialmente fechado.

Segundo a denúncia apresentada pelos promotores de Justiça Davi Gallo e Cássio Marcelo de Melo, do Ministério Público estadual, o crime foi cometido diante de uma filha do casal, sem possibilitar qualquer defesa da vítima e em decorrência de violência doméstica e familiar contra uma mulher, caracterizando o feminicídio.

Crimes
Além do feminicídio, Janderson tem passagem pela polícia por roubo e diversas conduções por tráfico de drogas. Em interrogatório após o crime, o suspeito disse à polícia que ele e a mulher costumavam brigar por ciúmes e que agressões físicas e verbais eram normais entre eles.

Irlanda nunca tinha registrado uma queixa de violência doméstica em uma Delegacia de Atendimento e Proteção à Mulher (Deam).

Informações: Correios24horas
Fotos: Correios24horas

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário