O prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) lamentou o fechamento das atividades da Petrobras na Bahia e no Nordeste. O gestor da capital baiana atribuiu a culpa da situação ao Partido dos Trabalhadores que, segundo ele, “usou e abusou do poder” e “permitiu que a Lava Jato se instalasse no coração da Petrobras, a principal empresa brasileira”.
“Mas é bom lembrar que esse prédio foi e é objeto de uma das operações da Lava Jato, existem serias apurações de possibilidade de corrupção, de desvio de dinheiro público envolvendo a construção desse prédio”, analisou o democrata.
O chefe do Executivo municipal ainda sinalizou que a operação Lava Jato mostra que os erros cometidos no passado estão sendo pagos hoje.
Bahia Notícias
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Desenbahia
BAN-728-X90-PX-mulher