Em convenção em Brasília, o DEM reelegeu nesta quinta-feira (30) o prefeito de Salvador, ACM Neto, presidente nacional da legenda. Ele foi reconduzido ao cargo por aclamação entre os presentes. Ou seja, não houve votação.

ACM Neto assumiu o comando do partido em março do ano passado, em substituição ao ex-senador José Agripino (RN), que ficou sete anos no posto.

Embora com três ministros no governo Jair Bolsonaro, o partido não integra formalmente a base aliada.

Ao chegar para a convenção, ACM Neto foi questionado pela imprensa sobre se o partido pretendia declarar apoio formal ao governo Jair Bolsonaro.

ACM Neto ressaltou que o objetivo da convenção era “definir a direção partidária para os próximos três anos” e não a questão sobre o apoio, formal ou não, ao Bolsonaro.

“O partido todo vai se unir em torno da reforma da Previdência. É algo que a gente quer deixar muito claro para o Brasil. Então, o nosso compromisso é com a agenda, sobretudo, de reformas econômicas do país. Essa discussão de apoio formal ou não ao governo não está em pauta”, afirmou. CN

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário